03 janeiro, 2013

Médicos do Inca querem reduzir carga horária pela metade

Deu na imprensa:

O paciente que se vire 
Acredite. A despeito das demissões de comissionados no Instituto Nacional do Câncer (Inca), a Afinca - Associação dos Funcionários começou campanha para “redução de carga horária sem prejuízo da remuneração” para os médicos de carreira. Querem trabalhar metade das 40 horas semanais. A demanda surge no período de eleição na entidade e às vésperas da implantação do ponto eletrônico, programado para Fevereiro. Procurara por telefone e e-mail, a direção da Afinca não retornou.

Mal-estar
Excelência em atendimento, o Inca tenta controlar a situação com o ponto biométrico. Há suspeita de que a maioria dos doutores falta porque fica no consultório particular.

Mal-estar 2
A campanha da Afinca surge em momento delicado na saúde pública no Rio, quando se descobre que o médico Adão Crespo faltou a plantão em hospital municipal no Natal.

Diagnóstico
A Afinca passou por auditoria interna recentemente, após uma vice-presidente denunciar mal uso de recursos.

Fonte: Coluna Esplanada. Jornal de Brasilia, em 03/01/2013.